Cuidado com as lesões

Cuidado com as lesões

As lesões aparecem quando forçamos os limites do nosso corpo, nunca antes.

Corra tranquilamente, em terrenos macios ou em relva que não esteja úmida. Também é importante que calce umas boas sapatilhas, adaptadas ao seu peso, estatura e tipo de andar.

Tudo isto pode ser analisado numa loja especializada e não deve poupar na hora de comprar as suas sapatilhas de corrida: na verdade, são o único investimento significativo que irá fazer para praticar este esporte durante um ano (em média, umas sapatilhas resistem a cerca de 800 quilômetros em boas condições, o que equivale à distância percorrida por um corredor amador durante 12 meses).

Por último, para manter afastada da sua vida as temidas e incômodas lesões, você deve seguir uma série de regras:

Aquecimento: antes de começar a correr, devemos caminhar depressa durante cerca de 5 minutos, para aquecermos os músculos, e fazer alongamentos ligeiros.

Alongamentos: no final de cada sessão de treinos, bastarão 5 minutos de alongamentos muito ligeiros de todos os músculos envolvidos na corrida para os alongar e mantê-­los saudáveis e elásticos.

Fortalecimento: um dia por semana, antes de ir correr, podemos fazer um pouco de ginástica em casa utilizando faixas elásticas para mantermos as nossas pernas, tronco e braços fortes. Será o suficiente para que estejam tonificados e permitam correr relaxadamente com garantias.

Caso se lesione, ou sinta uma dor que o impeça de correr ou de o fazer de forma cômoda, deve começar por parar e descansar uns dias. Poderá consultar o seu médico mas, a maioria das vezes, trata­-se apenas de uma simples sobrecarga, que se podem tratar seguindo estes conselhos:

  • Não vá correr até que a dor desapareça (pode fazer exercícios com faixas elásticas em casa ou nadar) ;
  • Aplique frio (um saco de gelo com um pano sobre a pele para evitar queimaduras) várias vezes sobre a zona ao longo do dia e calor ligeiro à noite, antes de dormir;
  • Pode tomar um anti-inflamatório, como o ibuprofeno ou a aspirina;
  •  Pode recorrer a um fisioterapeuta para que lhe faça uma massagem suave de descarga
  • Volte a correr muito devagar quando a dor tiver desaparecido e aumente o ritmo e o tempo à medida que se for sentindo melhor.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *